domingo, 14 de agosto de 2011

tinha a mania de ser durona a todo o tempo,
que aguentava com tudo e que era a rapariga com as maiores forças e bastante fria.
é aqui que tu apareces. fizeste me ver que aquilo tudo era apenas uma capa e por incrível que pareça tenho um bom coração.. e não sou assim tão cruel como aparentava. obrigada por me fazeres lembrar como realmente era.
adoro-te *
(acho que nunca me apaixonei assim tão rapidamente..)



7 comentários:

♥ marta. disse...

coisa linda de se ler, sem dúvida!

Catarina disse...

Aproveita todos os momentos felizes querida, não penses demais, vive a intensidade de cada momento! :)

alexandra martins disse...

apaixonar é mesmo assim**

stéfanie* disse...

é optimo estarmos apaixonadas de uma maneira tão intensa que mal conseguimos explicar o que nos faz sentir *.*

Alguém... disse...

Não há tempo *

Patrícia disse...

Gostei do texto e adoro este filme (da imagem) :)

Segredos de Alguém disse...

é tão bom amar assim..

é tão bom quando se está apaixonado..