sexta-feira, 17 de setembro de 2010

estou perdida no vento,
mais uma vez,
começa a tornar-se rotina.
e desta vez sinto-me fria,
sinto-me tal e qual como o vento.
que vai mas sempre volta,
será que alguma vez vai e nunca mais volta?

4 comentários:

Isabel disse...

Que bonitas palavras Luna ^^

jessi disse...

ora essa, de nada luna!

jessi disse...

volta sempre. tal como tu :)

Pedro disse...

Vai e volta, vai e volta, a rotina muitas vezes leva a que vá e não volte mais. Para que em busca de novos caminhos, outros horizontes se parta para nunca mais voltar... Um principio da evolução deveria progredir e não estancar ou regredir.

Vai ;) Luta, sente, vive... porque o vento do tempo já mais voltará...