quinta-feira, 3 de junho de 2010

fuga.

sinto um grande vazio,
um vazio que percorre todo o meu corpo.
este vazio é frio e abstracto,
difícil de decifrar..
mas de uma coisa tenho a certeza,
a razão deste vazio, és tu só tu!
como é possível, não me dares o valor de que necessito?
todas as tuas palavras são o oposto das tuas acções!


quero ser fraca, quero fugir para bem longe daqui.
deixem-me fraquejar,
não quero ser forte,
não quero fingir mais uma vez.
por favor,
levem-me para bem longe.
para um lugar puro,
onde acorde com o som dos animais,
o som do vento..
onde a tua voz é a apenas um grito no fundo do meu coração.


necessito de refúgio!



11.18 am - « falamos mais logo. »
(novamente o teu segundo plano, talvez até o teu terceiro, quarto..)

5 comentários:

Carla disse...

É verdade,é mesmo difícil encontra-lo e mais difícil ainda é vivê-lo.
Adorei o teu blog *.*

annie disse...

oh minha querida, força <3
muito obrigada (:

annie disse...

é muito bom saber isso, acredita <3

Alguém... disse...

Talvez esse lugar exista mesmo dentro de ti, no mais profundo de ti (:
Força minha querida*

Sara Santos disse...

força querida juliana*