sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

o ultimo adeus.

vou tentar que este seja o último adeus,
é uma promessa.
sei que estou sempre a repetir o mesmo,
mas agora quero mesmo isto!
eu vou lembrar deste "último adeus" todos os dias,
tu nem sabes que ele existe.
aliás, já nem te lembras o que passou entre nós, pois só durou uns dias e tu apenas querias diversão e tiveste, mas para mim o oposto.
era mesmo isto que querias não era?
apenas mais uma..
isto tão rápido cedo começou como tão rápido acabou já viste?
era mesmo isto que querias não era?
quando não tinhas nada para fazer, davas-me esperanças, e depois... o depois já se sabe.
era mesmo isto que querias não era?
(...)
mas, só me recordo de ti quando a saudade aperta,a saudade de amar alguém e ser amada.
com o tempo já não me vou recordar de nada, e a nossa despedida,
o nosso último adeus será apenas um pesadelo.
infelizmente ainda me lembro de ti, neste pequenos momentos,
e principalmente lembro-me desses teus olhos castanhos tão pequenos e cheios de brilho.
aí pequenos momentos que tive contigo! duraram pouco tempo, mas são eternos.
tu nem sabes que tiveste estes momentos comigo.
não te conheço,
mas ao mesmo tempo parece que conheci a tua melhor parte e a parte que não existe.
sabes que vais ser sempre especial.
sempre? para sempre não. porque nem a chuva dura para sempre.

"And he's missing me, if he's not kissing me.
And when he looks at me his brown eyes tell his soul. "


permaneces!



6 comentários:

lígia disse...

foste tu? :D

lígia disse...

esta tao giro.

lígia disse...

eu gosto.
até pensei que era de algum autor xD

Alguém... disse...

A chuva não dura para sempre, mas volta sempre :x

Força **

Alguém... disse...

Volta sempre, mas não será isso que nos faz acreditar? Não será por isso, que no final, quem ama é que sofre?
Talvez como o amor, pode não durar para sempre, não na sua intensidade plena, mas acaba por voltar sempre, na memoria, os pequenos gestos. Ele está lá, adormecido, mas está.(como a chuva em tempos de sol, tarda a vir, mas acaba por aparecer) :)

Catarina Costa disse...

Não existe um 'sempre', mas existe sem dúvida um 'até ao fim' :$$
Acredita que esse amor existiu. Acredita que por pouco tempo que tenha existido foi verdadeiro. Acredita que essa melhor parte existia. Não te deixes vencer. Acredita e continua a acreditar. Todo o tempo que é gasto pelo coração, não é tempo perdido!